O hibridismo ficção-realidade na narrativa telejornalística

Lucas Farizel; Renata Rezende

Resumo


O artigo é parte de uma pesquisa  ampliada que  investiga a relação da transformação tecnológica do dispositivo televisivo com o hibridismo das categorias de gêneros. Neste recorte, realizamos um estudo narrativo  de uma  grande  reportagem do programa Fantástico, da Rede Globo. Verificamos vários indícios da fusão entre os lugares da realidade (jornalismo) e da ficção (telenovela), em uma  tentativa (acreditamos) de usos intensificados das estratégias sensíveis.

Texto completo:

PDF