A revolução, a luta, a resistência e o povo: os marcadores retóricos dos anos 60

Jacques A. Wainberg

Resumo


Os anos 1960 foram marcados por intensa militância política e militar de grupos de jovens rebelados mobilizados por ideias radicais que visavam modificar as sociedades de seus países. Estas ações foram acompanhadas por inúmeros manifestos públicos. Este estudo examinou 25 destes comunicados, selecionou por meio do wordle os verbetes que apresentavam maior frequência e, utilizando o cultoromics, avaliou o uso destes termos na literatura em inglês, francês, espanhol, alemão, russo, chinês e hebraico no período de 1800 a 2000. Percebe-se nos gráficos
resultantes não só a diferença entre estas tradições linguísticas e culturais
ao longo do tempo como também significativa dissonância entre a retórica dos grupos rebelados e o clima intelectual vigente na década de 1960 e adiante.

Palavras-chave


Retórica. Anos 60. Discurso. Comunicação Política.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/rbcc.v35i1.1105