A (des)construção da imagem do presidente Lula nas capas da revista Veja a partir de uma abordagem semiótica

Luiz Ademir de Oliveira, Poliana Monteiro Napoleão

Resumo


Se durante décadas a imprensa se alimentou do mito de que
era um espelho do real, hoje, nas teorias contemporâneas da
comunicação, partindo da idéia de construcionismo social,
sabe-se do poder da linguagem na construção social da realidade.
Cabe a mídia o papel de se tornar mediadora da vida
social. O jornalismo é visto como uma forma de construir versões
do real. Sobre a relação mídia e política, constata-se um
jogo tenso, em que a imprensa institui-se como ator político.
Foram selecionadas as edições da revista Veja em que o presidente
Lula foi assunto de capa e foi aplicada uma análise
semiótica, a fim de investigar a imagem de Lula na revista, a partir do uso de signos - textuais e visuais. Constatou-se que
a revista utilizou cores, símbolos, imagens e expressões de impacto
para (des)construir a imagem do presidente.
Palavras-chave: Mídia. Jornalismo. Política. Linguagem.
Semiótica.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.1590/rbcc.v31i1.196