Entre la espada y la pared. Periodismo ciudadano y ética periodística en México

Gustavo Adolfo León Duarte, Alonso Castillo Rivera

Resumo


Este artigo analisa e discute o grau de funcionalidade e utilidade de códigos de ética jornalística na prática do jornalismo cidadão no México. Este país foi classificado, no final de 2016, como o terceiro lugar mundial no índice de homicídios contra jornalistas, atrás apenas do Iraque e do Afeganistão. Para isso, implementa um modelo de pesquisa interdisciplinar e utiliza uma metodologia quantitativa não experimental de alcance descritivo. O questionário mensura, a partir de uma escala de avaliação tipo Likert, principalmente a construção dos princípios gerais de ética jornalística, dos quais se depreendem os valores éticos particulares que caracterizam o exercício do jornalista cidadão no México. O artigo encerra discutindo, refinando e articulando novas perguntas de pesquisa como raízes das evidências levantadas no coletivo de jornalistas cidadãos de acordo com o estudo e em relação com suas posições de credibilidade, confiança e qualidade em torno do contexto de que fazem parte e do qual dão conta.

Palavras-chave


Ética. Pesquisa. Jornalismo Cidadão. Interdisciplina. México.