Sentidos culturais da Radio Rebelde Zapatista: imaginários de outros mundos possíveis

Ismar Capistrano Costa Filho

Resumo


Analisar as sociabilidades da Radio Rebelde Zapatista compreendidas a partir da proposta teóricometodológica de Jesús Martín-Barbero, como a relação entre as matrizes culturais e as competências de recepção, é o objetivo principal deste artigo. A emissora é uma rádio da comunidade zapatista do Caracol Resistência e Rebeldia pela Humanidade, localizada no Estado Mexicano de Chiapas. A programação possui fortes traços da matriz simbólico-dramática dos povos indígenas com conteúdos críticos de cunho racional-ilustrado. Os ouvintes se apropriam da rádio através de imaginários que conectam suas vivências em coletivos e comunidades autônomas e suas memórias de engajamento nas lutas sociais.

Palavras-chave


Sentidos Culturais. Usos Sociais. Matrizes culturais. Rádio. Zapatistas.