Violência contra as mulheres: o caso do estupro coletivo na esfera pública digital

Anelisa Maradei, Marli dos Santos

Resumo


Este artigo tem como objetivo identificar os atores sociais na esfera pública digital e o conteúdo das manifestações no Twitter sobre o estupro coletivo ocorrido com uma adolescente brasileira em 2016. Foram selecionados 200 tweets, entre 25 e 28 de maio de 2016, de acordo com a participação observada posteriormente ao fato e no horário de maior audiência na referida rede social. Por meio de análise de conteúdo dos tweets e retweets, encontrou-se uma posição majoritária contra a discriminação de gênero na amostra estudada. Houve também  relativização do crime, revelando uma visão sexista de alguns atores sociais. As manifestações foram geralmente independentes, embora tenha sido observada a presença de grupos de mulheres ativistas e vários formadores de opinião. A maior parte do conteúdo recirculado origina-se dos principais portais e sites de notícias.

Palavras-chave


Esfera Pública Digital. Gênero. Atores Sociais. Twitter. Estupro.